Com a mudança na rotina das pessoas ocasionada pelo coronavírus (COVID-19), as famílias, cada vez mais, estão readaptando a sua forma de morar. Antes, os lares eram considerados refúgios, onde o foco era o descanso, momentos em família, e afins. Hoje, o lar também é o local de trabalho, a escola das crianças, o happy hour, etc. Ou seja, o centro de todas as atividades.

Pensando nisso, os espaços nas casas e apartamentos também precisam ser repensados para que exista um local apropriado para executar cada tipo de tarefa. Então, siga lendo para saber mais sobre essa mudança e como adaptar seus espaços para esse novo momento:

 

  • O espaço do home office

 

Uma pesquisa recente revelou que quase 60% dos brasileiros e brasileiras estão trabalhando em home office, em decorrência do novo coronavírus. Muitas dessas pessoas nunca trabalharam de tal forma exigindo um nível de adaptação delas ainda maior.

Serviços que não são considerados essenciais, devem permanecer neste formato de trabalho por ainda mais tempo, além de reacender o debate sobre a implementação deste modelo para redução de custos em um futuro próximo.

Desta forma, a necessidade de ter um espaço adequado ao home office torna-se essencial. Em outro post falamos sobre a importância de um ambiente saudável para trabalhar em casa, cujo  o ponto chave é a criação de um espaço exclusivo para exercer esse tipo de atividade. 

Quando não separamos os ambientes, podemos nos distrair com mais facilidade, acabar nos ocupando com coisas da casa e termos dificuldade em focar no trabalho. Assim, o mais indicado é dedicar um espaço exclusivo para o trabalho. Caso não tenha um quarto extra para isso, invista em algum cômodo mais calmo, aonde você possa colocar uma mesa e com cadeira. Outro ponto importante: caso você esteja considerando se mudar, procure por imóveis com cômodos extras, assim, o espaço dedicado ao home office fica ainda mais bem organizado e produtivo para você!

 

  • E as aulas à distância?

 

Em março deste ano, o MEC autorizou que as aulas presenciais das faculdades fossem migradas para ambientes virtuais. As escolas infantis também estão passando por um processo de readaptação por conta do novo cenário,com aulas à distância ou envio de atividades. Assim, filhos e filhas passam mais tempo em casa, precisando, também, delimitar os momentos de aprendizado com os momentos de diversão.

Como no caso do home office, ter um espaço exclusivo para as aulas facilita o entendimento de qual é o momento do estudo, principalmente para as crianças, fica mais claro. Outro ponto levantado por especialistas é de que as crianças precisam de uma rotina clara, com horários para cada tipo de atividade. Por exemplo, se você delimitar que o horário das atividades da escola será das 15h às 17h, prepare a criança para isso. Vale colocar uniforme, e preparar o ambiente como se realmente fosse ir até a escola.

Já no caso da faculdade, além dessa rotina e determinação de horários, aposte em planners e calendários para organizar seus roteiros de estudos, trabalhos e provas.

 

Dicas importantes:

 

  • Escolha uma mesa e cadeira confortáveis;
  • Se possível, opte por um cômodo com iluminação natural. Caso tenha que estudar no período da noite, invista em lâmpadas de led brancas;
  • O ambiente precisa ser calmo e tranquilo para favorecer o aprendizado;
  • Tenha ao alcance cadernos, papéis, canetas, materiais que são realmente necessários para as aulas;
  • Evite ter brinquedos e distrações no ambiente, para que a atenção seja 100% nos estudos;
  • Um planner ou painel com todas as datas importantes, atividades e trabalhos pode ajudar na organização, tanto para universitários(as) quanto para os papais e mamães que organizam a rotina dos(as)  filhos(as);
  • Determine a rotina para que o novo formato de estudo se torne um hábito;
  • Pais e mães, atenção ao determinar a rotina: escolha um horário que não interfira nas atividades que a criança gosta. Por exemplo, deixe o horário do estudo para antes ou depois do horário do desenho favorito, assim, a criança não tem a atenção disputada.

 

Caso não tenha como investir em uma mesa e cadeiras novas, ou até mesmo um cômodo extra neste momento, leve em consideração as dicas para escolher o ambiente. Se o quarto for o local mais calmo e mais iluminado, por exemplo, coloque uma escrivaninha neste ambiente e faça arrumações que deixem as distrações longe do campo de visão. O importante é ter um espaço dedicado para criar este novo hábito, aos pouquinhos.

 

  • Será que a rotina volta ao normal?

 

Diversos estudos estão sendo realizados para entender as possibilidades que se desenham para o futuro. O cientista chefe da OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou que ainda podem levar alguns anos para conseguirmos conter o coronavírus, então é de suma importância que tenhamos em vista que mudanças na rotina e nos costumes serão cruciais para cuidarmos de nós, nossa família e pessoas que amamos.

 Tudo indica que o lar vai seguir como protagonista nas atividades cotidianas, então cuide dele e reinvente-o para adaptar-se às mudanças. Caso você esteja pensando em mudar para um lar com mais espaço e, quem sabe, até mesmo com pátio, não deixe de espiar os imóveis disponíveis lá no site! Através dos filtros de busca fica ainda mais fácil procurar o lar ideal para você, sua família e suas necessidades.