Todo mundo gosta de economizar na mudança, não é? Além de ser uma decisão demorada e estressante, trocar de lar também pode trazer consequências pesadas para o bolso. Porém, como a gente adora compartilhar dicas especiais, decidimos ajudar você nesse processo. Abaixo, vemos alguns exemplos importantes sobre como você pode economizar na mudança. Fique ligado e confira:

 

1 – Economizar na mudança empacotando os seus pertences

 

A nossa primeira dica vai para a tarefa mais trabalhosa da mudança: o empacotamento dos pertences. Para economizar neste processo, indicamos que você mesmo empacote as suas coisas, sem ajuda de equipe contratada. Ao mesmo tempo em que você economiza dinheiro, também pode organizar seus pertences por importância, facilitando muito mais a mudança. 

Outra forma de economizar dinheiro é evitar a perda de coisas de valor. Como você conhece tudo que vai empacotar, tomará o cuidado necessário que cada item necessita. Pode utilizar toalhas para enrolar vidros, mochilas e malas para facilitar a locomoção e até sacolas e sacos para economizar em embalagens. Outra dica é solicitar caixas de papelão no supermercado mais próximo (geralmente eles possuem e podem doar). 

 

2 – Conte com a ajuda de amigos para economizar na mudança

 

Se o trabalho para a mudança é muito alto para você fazer sozinho, solicite a ajuda de amigos próximos e familiares. Essa é uma forma de economizar na mudança, além de ser um bom momento para relembrar memórias que inúmeros pertences irão despertar. Essa é a hora de contar com quem mais te apoia, facilitando ainda mais a sua mudança. 

 

3 – Ganhe dinheiro vendendo o que não irá mais utilizar

 

Outra vantagem em empacotar suas próprias coisas, é a decisão de reciclagem de cada item. Muitas vezes, guardamos em casa coisas que nem precisamos mais. Ao embalá-las, você poderá decidir se fica com elas ou não. Além disso, se encontrar algo de valor, poderá revender na internet para ganhar um dinheiro extra com a mudança. Isso, com certeza, irá ajudar nos futuros gastos, não é verdade?

4 – Tenha um controle das despesas

 

Agora chegamos a uma dica que tem tudo a ver com planejamento financeiro: o controle de despesas. A melhor forma de economizar com a mudança é ter na ponta do lápis os gastos que você terá nos próximos três meses. Indicamos esse período de tempo porque as despesas com a troca de lar podem acontecer mesmo após a mudança, seja com contas de luz, vistoria, etc. 

Com um controle de gastos minucioso, você irá saber quais despesas pode pagar no primeiro mês e quais você pode parcelar. É importante que esse planejamento seja efetuado com no mínimo um mês de antecedência. Assim, você poderá controlar seu salário para caber dentro dos gastos previstos. 

 

5 – Agenda a mudança em um dia estratégico

 

Por último, vamos dar uma dica para o dia que você deve fazer a sua mudança. Se você mora num apartamento alugado, deve contar que o aluguel continua correndo enquanto você prepara o imóvel para a vistoria. Por isso, é importante que a maioria dos reparos sejam efetuados enquanto você ainda está no local. Mesmo assim, é importante que você se mude ainda na metade do mês, para dar tempo de realizar a vistoria e fechar a conta antes do próximo aluguel. 

Caso você more num imóvel comprado, também indicamos a mudança na metade do mês. Assim, você também terá tempo de trocar os nomes de contas fixas ou desligá-las antes da virada mensal. Isso vai economizar seu tempo e saúde mental, já que não precisará ficar atento às contas por mais um longo mês de espera. 

 

Veja mais conteúdo no nosso blog

 

Gostou das dicas que trouxemos para você? Esperamos que a sua mudança seja ainda mais fácil depois desse conteúdo. Para mais informações importantes como essa, você pode visitar o nosso blog e conferir textos sobre diversos temas do mercado imobiliário. Abaixo, você confere os últimos assuntos abordados: