Qualidade de vida na moradia de idosos: o que é um residencial sênior

Entenda o que é um residencial sênior
Redação

Redação

Tempo de leitura: 11 minutos

É quase automático: ao ouvir a expressão “residencial sênior”, o que você imagina? Será que consegue visualizar um espaço moderno, com muito lazer e uma apresentação agradável?

Não é somente para os mais novos que a tecnologia e o conforto importam. Vivemos em um país que, até 2060, terá mais idosos do que crianças e o envelhecimento da população precisa ser discutido.

Neste artigo você vai entender alguns dados sobre o comportamento e o volume da população 60+ no Brasil, e sobre como a qualidade de vida tem se tornado prioridade na hora de escolher uma moradia. Vamos lá?

 

População idosa no Brasil

Antes de tudo, vem descobrir como é o cenário do Brasil com o passar dos anos. De 1992 até 2012, ou seja, em 20 anos, o total de população idosa no país aumentou em 117%.

Neste sentido, a curiosidade é que essa amostra analisada também mostrou que existem outros interesses relacionados à moradia: um aumento de 316% no número de idosos vivendo sozinhos nesse mesmo período.

Em outras palavras, o percentual de idosos que moram sozinhos triplicou em 20 anos, com uma população predominantemente feminina.

Além disso, Porto Alegre e Rio de Janeiro são as capitais que mais se destacam com as maiores proporções de idosos.

Conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as pessoas com mais de 65 anos deverão representar mais de um quarto dos brasileiros em 2060.

Ficou fácil de entender, né?! A população 60+ sempre representou uma boa parcela da população brasileira, mas o fato é que, olhando para o presente e para o futuro, essa representatividade será ainda maior.

Então, isso nos leva a refletir e questionar: de que forma estamos preparando a nossa sociedade para servir e satisfazer essa fatia importante da sociedade?

 

Brasil X Rio Grande do Sul

 

Fonte: Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag) do Rio Grande do Sul (2019)
Dados: Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag) do Rio Grande do Sul (2019)

 

 

Dados: IBGE (2020)
Dados: IBGE (2020)

 

 

Também segundo o IBGE, em 2060 o país terá mais idosos do que crianças. Outro ponto é que se, atualmente, somos pouco mais de 210 milhões de brasileiros, sendo cerca de 14% da população formada por idosos, em 2060 a população de 582 milhões de brasileiros terá 32% do seu total formado por pessoas com mais de 60 anos.

Segundo um estudo da Secretaria Estadual de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag) sobre o cenário demográfico do Rio Grande do Sul essa proporção, no estado, passaria de 12,7% de idosos, em 2019, para 29% em 2060.

 

O que os idosos esperam de suas moradias?

Bem, se já sabemos que os idosos terão uma presença muito maior ao longo dos anos, em comparação com as outras parcelas da população – como crianças, adolescentes e jovens adultos -, então é chegada a hora de discutir: o que os idosos esperam das casas onde vivem?

Antes de mais nada, quando o tema é uma nova moradia, veja que os idosos têm a mesma expectativa do que as novas gerações, preocupadas com saúde física e mental.

Isso significa que os idosos querem qualidade de vida no lugar em que irão passar seus dias vivenciando a idade mais madura que já tiveram.

Na hora de definir um lar para morar, conforme estudos com essa parcela da população, são expectativas confirmadas de que a moradia ofereça:

  • Chance de ampliar a rede de amigos
  • Vida em um ambiente planejado com serviços
  • Fácil acesso a atividades recreativas, físicas e sociais
  • Fácil acesso a assistência de saúde, preventiva e emergencial

 

Por outro lado, essa escolha também traz à tona medos e resistências, muito em função do que já viveram ou, então, de sintomas da própria fase da vida, como:

  • Medo do imprevisto
  • Solidão
  • Sensação de isolamento da família
  • Despreparo com o próprio envelhecimento
  • Questões emocionais
  • Apego às memórias

 

Em resumo, diante de tantos receios e, ao mesmo tempo, anseios, a moradia ideal para idosos claramente não está dentro de padrões antigos que por muito tempo acompanhamos na sociedade.

Instituições de longa permanência, hotéis residenciais, repúblicas de idosos e asilos cumprem seus papéis específicos, mas, para muitas famílias, estão longe de garantir a qualidade de vida e de atingir as novas expectativas de uma população que está abandonando estereótipos – spoiler: esqueça as palavras cruzadas e o jogo de cartas.

 

Ampliar rede amigos e ter fácil acesso a serviços básicos são algumas das prioridades dos idosos na hora de escolher uma moradia
Ampliar rede amigos e ter fácil acesso a serviços básicos são algumas das prioridades dos idosos na hora de escolher uma moradia

 

O que é um residencial sênior?

Primeiramente, responda rápido: você já ouviu falar sobre o ageing in place? Em resumo, significa a capacidade de continuar vivendo em casa e na comunidade ao longo da vida, com segurança e independência.

Esse conceito, consolidado nos Estados Unidos e muito estudado em Portugal, encara a habitação como um dos principais fatores que importam na hora de determinar a qualidade de vida para a longevidade.

Dentro deste conceito, o lugar para se viver não inclui somente a casa, mas, também, a comunidade onde a casa está inserida.

Conforme os estudos sobre o ageing in place, existem, inclusive, categorias identificadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) que estão ligadas às intervenções que devem ser observadas quando o assunto é o envelhecimento ideal, como:

  • Inovação em apoio domiciliário
  • Atividade física
  • Lazer
  • Aprendizagem ao longo da vida
  • Melhoria das condições de habitação
  • Recursos de saúde
  • Acompanhamento psicológico
  • Segurança
  • Mobilidade
  • Bem-estar

 

Portanto, respondendo a pergunta do capítulo, um residencial sênior nada mais é do que o conceito ageing in place na prática.

Um residencial sênior é a moradia para pessoas com mais de 60 anos que conta com uma infraestrutura completa e totalmente de acordo com as demandas que vão surgindo com a idade.

Com essa novidade, é ofertada uma série de serviços e, dentre eles, muitos já estão inclusos no valor do condomínio, além de outros que podem ser agregados mediante o pagamento de valor à parte, à medida em que os anos vão passando e as necessidades vão surgindo.

 

Por que optar por um residencial sênior?

Além de todos os conceitos e atributos, esse tipo de moradia para a terceira idade rebate diretamente todos os grandes medos que essa parcela da população tem quando o assunto é um novo lugar para morar.

Se você convive com seus avós ou com outras pessoas que têm mais de 60 anos deve saber: mudar é cada vez mais difícil e encontrar um ambiente que satisfaça completamente é um desafio.

 

Decisão própria

Se estamos falando de um caso em que a decisão por morar em um residencial sênior é feita pelo próprio idoso, as vantagens refletem muita qualidade de vida e independência:

  • Autonomia
  • Redução no incômodo com sedentarismo
  • Aumento do interesse por interação
  • Áreas protegidas para a saúde
  • Serviços assistenciais

 

Decisão familiar

Por outro lado, quando a decisão familiar, alguns atributos se assemelham à decisão própria, mas dizem muito mais sobre a preocupação e cuidado que os parentes demonstram diante dos anciões da família:

  • Segurança
  • Diminuição da dependência
  • Ambiente planejado
  • Solução para o problema da incapacidade de cuidar

 

Onde encontrar um residencial sênior em Porto Alegre?

É recente a novidade do primeiro empreendimento de Porto Alegre a contar com uma infraestrutura completa para o público 60+, o Vintage Senior Residence.

Empreendimento pioneiro no Brasil em gestão de saúde para moradores, o condomínio oferece serviços na área de uma forma inédita. Um exemplo é a disponibilidade de enfermeiro 24 horas, que integra o posto de saúde fixo responsável por realizar acompanhamentos simples, como verificar a pressão, medir a glicose, fazer curativos e aplicar injeção.

No prédio de 10 andares, todos os 120 apartamentos possuem botões antipânico – um no quarto e outro no banheiro – que acionam a recepção e o ambulatório, que é formado por uma equipe capaz de fazer os atendimentos iniciais e acionar o serviço móvel de urgência e emergência quando necessário.

Com foco em saúde e bem-estar, todos os moradores são incluídos em um mapeamento que analisa dados clínicos, hábitos de vida e grau de independência e autonomia para que o monitoramento dos profissionais de saúde seja completo.

Os serviços estão incluídos no preço do condomínio e os care apartaments – conceito de imóvel projetado para atender o público 60+ e suas necessidades, com diferenciais técnicos em cada unidade e serviços de gestão de saúde – estão disponíveis nas opções de 42m² e de 85m².

A lógica aqui é que ao invés de um idoso sair de casa para ter cuidados especiais, os cuidados ficam dentro de casa e do condomínio, sem abrir mão da autonomia e independência.

 

Living de apartamento do Vintage Senior Residence
Living de um apartamento do Vintage Senior Residence

 

Atividades de lazer e bem-estar

No Vintage Senior Residence, o morador tem direito a cerca de 15 serviços gratuitos, isto é, já inclusos no condomínio:

  • Hidroginástica
  • Alongamento
  • Oficina de artesanato
  • Apresentações musicais
  • Ações mensais de saúde, como palestras sobre qualidade de vida
  • Posto de apoio à saúde, entre outras vantagens

 

Área comum

Já a área comum do prédio oferece o que há de mais moderno e confortável nos empreendimentos residenciais:

  • Piscina coberta
  • Piscina aquecida
  • Quiosque com churrasqueira
  • Quintal orgânico
  • Lounge de frutíferas
  • Biblioteca
  • Academia de ginástica
  • Restaurante
  • Sala com home theater
  • Área para passear com animais de estimação
  • Espaço multiuso

 

Piscina aquecida no Vintage Senior Residence
Piscina aquecida no Vintage Senior Residence

 

Quintal orgânico no Vintage Senior Residence
Quintal orgânico no Vintage Senior Residence

 

Áreas de convivência no Vintage Senior Residence
Áreas de convivência no Vintage Senior Residence

 

Ainda é possível usufruir de atividades como ioga, meditação, dança e aulas de informática e idiomas, tudo ofertado pelo condomínio, mas, nestes casos, com valores pagos à parte.

Além disso, dentre os serviços pagos, também estão diarista, lavanderia, personal trainer, salão de beleza, locação de veículos e serviço de motorista particular.

A acessibilidade também é uma prioridade no empreendimento:

  • Porta da entrada com um metro de largura, para passagem de cadeira de rodas e andador;
  • Banheiro adaptado com espera para instalação de barras e de câmeras de monitoramento;
  • Piso aquecido em todo o apartamento;
  • Área externa com sinalização em letras maiores e piso tátil e antiderrapante;
  • Barras de apoio na área externa;
  • Piscina com equipamentos de acessibilidade;
  • Câmeras no condomínio;
  • Prédio com dois elevadores, sendo um deles com capacidade para maca.

 

Decorado

Para quem deseja apenas entrar e morar, sem se preocupar com mobiliário e decoração, basta optar pelo apartamento decorado, que conta com a preocupação de segurança e autonomia em cada detalhe:

  • Fechadura com acionamento automático;
  • Mesa presa na parede;
  • Fogão automatizado para reduzir risco de queimaduras;
  • Cama com altura adequada;
  • Banheiro com barras de apoio;
  • Assento no box;
  • Sensor de queda;
  • Sensor de fumaça que desliga o fogão;
  • Iluminação noturna e muito mais.

 

Banheiros com acessibilidade no Vintage Senior Residence
Banheiros com acessibilidade no Vintage Senior Residence

 

Localização

Em Porto Alegre, o Vintage Senior Residence está localizado no bairro Petrópolis, um dos mais desejados da capital gaúcha.

Definitivamente, a localização é mais um grande diferencial do residencial sênior, que está em plena Avenida Lageado, próximo de diversos serviços e conveniências do bairro: Praça da Encol, clube Grêmio Náutico União, Supermercado Zaffari, Mercopan e muito mais.

Morar em Petrópolis significa um novo estilo de vida onde passar os dias junto à natureza se torna comum, além de contar com uma estrutura completa de estabelecimentos ligados à saúde, educação, negócios e alimentação.

Portanto, a região escolhida para o Vintage Senior Residence também favorece a população idosa que é adepta aos passeios curtos e que desfruta das praticidades do bairro.

 

Residencial sênior e os desejos da população idosa

Enfim, estamos presenciando um momento de extrema importância na evolução da sociedade. Temos um aumento muito rápido da população idosa no Brasil e, principalmente, no Rio Grande do Sul. Essa longevidade latente, felizmente cada vez mais presente, que é fruto dos avanços da medicina e da qualidade de vida.

Diante de tantos dados e padrões de comportamento, é fato que o mercado sênior deixou de ser tendência no Brasil e se tornou uma verdadeira realidade fixa.

A sorte, neste momento, é da população gaúcha que pode contar com a estrutura inédita do Vintage Senior Residence, que reúne gestão de saúde aliada à muita qualidade no que diz respeito ao projeto total, aos equipamentos e aos acabamentos do empreendimento.

Com um mercado ativo cada vez mais exigente e sedento por qualidade de vida, o momento é de prestar atenção aos conceitos e aos serviços mais completos que podem garantir à população da “melhor idade” o suporte à sua altura, respeitando a autonomia, a segurança e a independência.

 

Quer conhecer mais os apartamentos do empreendimento e outros imóveis com acessibilidade? Veja agora as opções para alugar com a Auxiliadora Predial.

Quer receber mais informações especificamente sobre o Vintage Senior Residence? Entre em contato pelo WhatsApp aqui.

Vote post
Descubra como é morar em Caxias do Sul

Como é morar em Caxias do Sul?

Progresso, emprego e educação: descubra como é morar em Caxias do Sul e entenda os famosos encantos da “Pérola das Colônias”.

Compartilhe

Envie por E-mail
Envie por Whatsapp
Envie por Facebook
Envie por Linkedin

© Auxiliadora Predial Ltda. Todos direitos reservados. | CRECI RS – J43 | CRECI SP – J21663 | Política de privacidade