3 fatos sobre a mudança do PPRA no gerenciamento de riscos nos condomínios

executives businessmen, and engineers or foreman wear medical face masks. Quality Control Officer inspecting warehouses at containers yard for international shipping businesses Concepts of import and export

Vamos falar sobre a vida coletiva e as ferramentas de controle de riscos? Antes de mais nada é importante avisar que temos mudanças no gerenciamento de riscos nos condomínios.

Sobretudo o tipo de laudo que era utilizado para esse tipo de trabalho vai passar por transformações. Ou seja, o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais, o PPRA, deixa de ter validade a partir de 3 de janeiro de 2022.

Do mesmo modo, a nova forma de executar esse trabalho passa a ser o Programa de Gerenciamento de Riscos, o PGR. É a atualização do laudo obrigatório que assegura a proteção da integridade física e da saúde dos trabalhadores.

Agora, vamos aos 3 pontos mais importantes dessa atualização:

 

1. O que mudou no gerenciamento de riscos nos condomínios?

Como resultado, essas novas regras aprimoram o que já era feito no PPRA. Com o PGR vamos ter muito mais do que apenas um documento: será um mecanismo constante de gerenciamento de riscos nos condomínios.

Isso significa que se um risco é identificado e as melhorias são feitas, automaticamente o laudo precisa ser atualizado.

Igualmente, a agilidade no processo também aparece na forma de envio do laudo. Com o PGR é possível fazer a prestação das informações de maneira 100% digital – o que até então não era uma realidade.

 

Leia também: 

Contratando uma administradora de condomínios eficiente

 

2. Por que mudou?

Como resultado, essa alteração atende duas portarias que precisam contemplar esse tipo de regulação.

São as portarias nº 6.730/2020 – NR1 e nº 6.735/2020 – NR9, publicadas em março de 2020, que sinalizam a aprovação de novas normas para a análise, avaliação e controle de riscos ocupacionais, além de exposição a agentes químicos, físicos e biológicos no ambiente de trabalho.

 

3. Conte com a ajuda de profissionais

Por fim, saiba que todo condomínio precisa dar a devida atenção na criação do PGR, um laudo que, além de obrigatório, colabora para um trabalho seguro e longe de riscos.

E é por isso que contar com a ajuda de profissionais especializados pode reduzir tempo, otimizar custos e evitar dor de cabeça na hora de elaborar o laudo.

Um exemplo são os condomínios administrados pela Auxiliadora Predial que têm à disposição os parceiros homologados nas áreas de segurança, engenharia e medicina do trabalho. É um time pronto para oferecer qualquer suporte na hora de criar o PGR.

Acesse agora a lista de serviços criada para facilitar a gestão do seu condomínio.

Vote post

Compartilhe

Share on email
Envie por E-mail
Share on whatsapp
Envie por Whatsapp
Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on telegram
Compartilhe no Telegram
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no Linkdin